Insônia
Apresentado por: Rádio Sintonia 87.9 FM
HOME
A RÁDIO
ABRANGÊNCIA
DEPARTAMENTO COMERCIAL
EQUIPE
PEÇA SUA MÚSICA
PROGRAMAÇÃO
PROMOÇÕES
AS 10 MAIS
NOTÍCIAS
CONTATO
 
26/10/2018
Ministério Nacional da Cultura concede premio a trabalhos de Ipumirim
 


Associação de Artesanato Fios de Vida recebe premio e reconhecimento de Ponto de Cultura e Nedi Locatelli como Mestre de Cultura.

Ipumirim recebeu uma grande noticia para a cultura popular e tradicional. Uma associação e uma pessoa física estão entre os premiados pelo Edital de Seleção Pública Culturas Populares 2018. O Prêmio é conferido pelo Ministério da Cultura a quem trabalha diariamente para fortalecer e dar visibilidade a atividades culturais de todo o Brasil e é o reconhecimento da importância das tradições culturais e daqueles que as mantêm vivas e potentes.

Foram 2.227 inscritos em todo o país. Além de documentação histórica, os jurados avaliaram a contribuição em prol das culturas populares, intercâmbio de saberes e fazeres, inclusive entre gerações, capacidade de continuidade da iniciativa cultural, incluindo geração de emprego e renda e tempo de atuação do inscrito. Foram cinco as modalidades de premiação.

A Associação de Artesanato Fios de Vida foi premiada na modalidade Pessoas Jurídicas, sem fins lucrativos, e Nedi Terezinha Locatelli, pessoa física, como Mestra de Cultura. Por ter sido premiada, além do prêmio em dinheiro, Fios de Vida poderá ser certificada como Ponto de Cultura, instrumento da Lei Nº 13.018/2014 que institui a Política Nacional Cultura Viva. Pela Lei, os Pontos de Cultura poderão estabelecer parceria e intercâmbio com as escolas e instituições da rede de educação básica, do ensino fundamental, médio e superior, do ensino técnico e com entidades de pesquisa e extensão.

A associação nasceu de uma soma de contribuições, em 2009. Nedi Terezinha Locatelli foi a proponente e elaborou o projeto, Claudete Spricigo Zanella o encaminhou e obteve classificação no Edital Elisabere Anderle e Adelaide Suntti acolheu a ideia viabilizando a sua realização em espaço físico de sua propriedade. O projeto de resgate de artesanato de fios, pontos e peças de mulheres descendentes de imigrantes, foi tão bem sucedido que nasceu a associação, que, hoje, tem aproximadamente 40 artesãs associadas e ainda 10 adolescentes. Do seu artesanato, bordados, crochês, tricôs e outras técnicas, as mulheres contribuem significativamente com a renda da família.

Adelaide Suntti, presidente, fala com alegria da premiação “ É o resultado do trabalho das artesãs que há anos compartilham seus saberes e buscam novas técnicas de artesanato. Pontos e artesanatos antigos mantêm a tradição cultural”.

As artesãs produzem por encomenda e se reúnem duas vezes por mês, na casa da presidente e na loja da associada Marilde Wermeier. Dentre os trabalhos, está a produção de artesanato com pontos livres, que são pontos antigos aplicados em peças novas. Para Claudete Zanella, esse elo de ligação entre as artesãs passando seus saberes a nova geração é muito significativo. “Isso tudo demonstra a riqueza e beleza do artesanato em Ipumirim. Fios de Vida merece”.

Mestre de Cultura
O título Mestre da Cultura Popular é atribuído para pessoas que tem grande experiência e conhecimento dos saberes e fazeres populares, é dedicado às expressões culturais populares, tem capacidade de transmitir seus conhecimentos artísticos e culturais, e seu trabalho é reconhecido pela sua comunidade cultural e onde vive, como também por outros setores culturais.

Nedi Terezinha Locatelli tem uma longa história dedicada à cultura. Já recebeu a Medalha Revista Brasília, em 1994, e o Troféu Mérito Talian, em 2008. Para ela, são muitas as pessoas presentes, e, portanto, também inclusas no reconhecimento que lhe confere o título de Mestra, desde a sua adolescência em Barra Nova, Ipumirim, onde nasceu, até hoje à frente do Comitê Nacional de Gestão da Língua Talian, passando por diversas linguagens artísticas e manifestações culturais. Lembra com emoção de publicações e varais literários, da equipe e do trabalho do mensário A Comunidade e da cultura taliana de Ipumirim e região. “Empreendo esforços para transmitir o que sei e para incluir quem está próximo, mas não fosse a cultura da minha comunidade, nada teria”, enfatiza.

Atualmente, Nedi aplica seus saberes e fazeres artístico-culturais coordenando o Coletivo Girànii Cultura Taliana que conta com mais de 100 colaboradores de todo o país.

Os recursos pagos pelo Prêmio serão aplicados em atividades culturais descritas no processo de inscrição com envio de documentação comprobatória ao MinC.
 

VEJA TAMBÉM

04/12/2018 - Santa Catarina fatura US$ 24 milhões com exportação de arroz em 2018
07/11/2018 - INAUGURAÇÃO DE ALA GERIÁTRICA NO OESTE CATARINENSE
26/10/2018 - Confira as principais orientações para o 2º turno
25/09/2018 - Acusados de assassinato do Artêmio Paulo Schmidt são condenados à quase 33 anos de cadeia
18/09/2018 - Pela primeira vez horário de verão começa a valer em novembro, após a eleição.
16/09/2018 - Policial Militar de Ipumirim morre após acidente na SC-154 em Arabutã
15/09/2018 - Apenas o piloto estava no avião que caiu em Ipumirim
15/09/2018 - Aeronáutica vai fazer os levantamentos e perícia para apontar causas da queda de avião em Ipumirim
15/09/2018 - URGENTE – Piloto e ocupante morrem carbonizados em queda de aeronave no interior de Ipumirim
20/07/2018 - Mulher tem faca cravada no peito pela ex-companheira do namorado em Bairro de Ipumirim
       


Fone: 49 | 3438 1800

Avenida Assis Brasil, nº 75
Centro, Ipumirim / SC
       
       
© - Ideia Good - Soluções para Internet